sábado, 1 de março de 2014

Filhós no forno

Ingredientes para a Massa:
250 gramas de farinha
5 ovos
1 chávena de leite
1 chávena de água
1 colher (sobremesa) de fermento
óleo (margarina) para untar as formas
farinha para polvilhar

Ingredientes para Recheio:
½ litro de leite
2 colheres (sopa) de amido de milho (maizena)
4 gemas e 1 ovo inteiro
250 gramas de açúcar (se preferir pode reduzir o açúcar, para que o recheio fique menos doce)
Raspas de 1 limão
Preparação da Massa (Popover)
É essencial que o forno esteja bem quente quando acabar de preparar a massa. Por isso, pre-aqueça o forno (200-210º).
É essencial que todos os ingredientes estejam à temperatura ambiente, por isso, retire do frio tudo o que for necessário com a antecedência devida.

Coloque os ovos numa tigela e com uma batedeira bata-os até que cresçam bastante e que fiquem espumosos.
Junte farinha, aos poucos. Vá misturando devagarinho.
Adicione o fermento e o sal.
Junte o leite e a água e misture bem.
É essencial conseguir uma mistura líquida mas homogénea. Se necessário, passar com a batedeira para o conseguir.

Unte bem as formas de alumínio com óleo (margarina) e polvilhe com farinha.
Encha as formas, até 3/4, com a massa.
Coloque-as num tabuleiro e leve-as a cozer no forno cerca de 20 a 30 min. Deverão ficar grandes e douradas, por isso tenha atenção ao espaçamento das formas no tabuleiro. Não devem ficar muito juntas.
As filhoses ficam ocas. É este interior que será posteriormente recheado.
Retire do forno. Mas não o desligue.
Desenforme as filhoses com cuidado.


Preparação do Recheio
Coloque num tacho o amido de milho e desfaça-o com um pouquinho do leite.
Misture bem, adicione os ovos, o açúcar e as raspas de limão e misture.
Junte o restante leite. Leve ao lume brando e mexa sempre até obter uma papa cremosa.
Deixe arrefecer.
Recheie as filhoses com o creme de limão. Pode fazer uma pequena abertura com uma faca e introduzir o recheio com uma colher de café.
Se quiser ser mais perfecionista, pode optar por rechear com a ajuda duma seringa ou saco de pasteleiro, que lhe exigirá uma abertura praticamente invisível.

Nota: Pode aproveitar a receita da massa para rechear com outros recheios doces ou mesmo salgados.



Xénia

Sem comentários:

Enviar um comentário