sexta-feira, 27 de junho de 2014

Mais umas dicas


Um pouco de açúcar ao cozinhar os tomates fá-los perder acidez. O alho, a cebola e os pimentos, para uma melhor digestão, devem ser cozidos cinco minutos em água e sal, em ebulição, antes do segundo cozinhado.

Se as batatas possuem grelo devem ser colocadas de parte, pois serão pouco nutritivas e terão pouco gosto. As batatas pequenas, cozidas, descascam-se mais facilmente que as grandes. Estas últimas prestam-se a ser cortadas à faca, em quartos.

Para pelar os pimentos, passe-os primeiro sobre a chama, ou mergulhe-os em água a ferver.

Para evitar as lágrimas enquanto descasca cebolas basta mantê-las submersas numa bacia com água.

A beterraba assada no forno deve ser descascada, cortada às fatias e temperada uma hora antes de levar à mesa, com uma colher e meia de açúcar e bastante sal. Depois completa-se com azeite, vinagre e salsa triturada.

Para cozer os espargos é necessário amarrá-los em feixes, divididos de modo a poderem mergulhar na água a ferver, primeiro os grossos, depois os mais finos. Com este sistema acabarão por ficar cozidos todos ao mesmo tempo.

O segredo para obter claras em castelo em ponto firme é colocar-lhes uma pitada de açúcar ou uma gota de limão.

Para o feijão ficar mais macio durante a cozedura apenas se deve adicionar o sal no final.

As cebolas não devem ser guardadas no frigorífico mas sim num lugar seco e escuro, para assim se manterem viçosas durante mais tempo.

O segredo para conservar a fruta fresca já cortada ou manter a frescura de uma salada de frutas é adicionar-lhe umas gotas de sumo de limão.

A melhor forma de conservar os limões é mergulhá-los em água fria com frequência.

O objetivo da utilização das especiarias na culinária é de perfumar e realçar o sabor dos alimentos, podendo até substituir o sal.

A melhor forma de conservar os alhos e de facilmente se poder descascá-los é colocá-los no frigorífico, dentro de um frasco de vidro que vede bem.

A melhor forma de conservar o sabor e aroma do café, depois de abrir o pacote, é pô-lo no frigorífico dentro de um boião que feche hermeticamente.

O alecrim, que se deve utilizar seco e em pequenas quantidades, é ótimo para aromatizar o azeite, nos assados de carne.

 
Já alguém experimentou algumas destas dicas? Ou tem outras igualmente boas que queiram partilhar?
Xénia

Sem comentários:

Enviar um comentário