quinta-feira, 19 de junho de 2014

Segredos da Avó


A quantidade de eletrodomésticos que temos em casa e a grande disponibilidade de produtos alimentares à venda durante todo o ano facilita, e muito, a tarefa de cozinhar.

Hoje em dia temos saladas já cortadas e lavadas vendidas em embalagens; podemos comprar só coxas de frango sem ter de limpar as miudezas; o feijão pode vir em latas e não ser demolhado de um dia para o outro; os congelados são a salvação dos dias mais apressados. Mas é preciso reconhecer que se perdeu o sabor dos cozinhados das nossas avós. Para recuperar algumas técnicas que recordamos aqui alguns segredos da avó:


Molhos Para fazer molho de tomate, molho branco ou outro tipo de molho com mais sabor, aproveite a água de cozer as batatas. Mas não se esqueça de que já tem sal.

Ovos Nunca lave os ovos antes de os guardar, pois perdem a sua película protectora. É mais fácil e rende mais bater as claras em castelo se juntar uma pitada de sal e três gotas de limão.


Camarão Para dar ao prato final todo o aroma do camarão, coza as cabeças e depois refogue-as com alho, salsa e azeite. A mistura deve ser esmagada e coada por um passador e é este líquido que vai temperar as açordas, os rissóis e outras especialidades.

Polvo Para que não fique tão duro, deve ser batido com um rolo de cozinha e depois mergulhado três vezes em água a ferver. Em seguida, coze-se durante uma hora.

Sopa Se ficou muito salgada, junte umas rodelas de batata crua, que absorve o sal. Se quiser sopas mais cremosas, junte no fim um fio de leite ou natas e uma colher de manteiga.

Massas As massas não devem ser demasiado cozidas, mas devem ficar "al dente", como recomendam os italianos. Por isso, escorra a água da cozedura logo que desligue o lume e verta a massa para uma travessa, envolva com uma colher de manteiga ou junte o acompanhamento que preparou e sirva de imediato. Para cada 100 gramas de massa, recomenda-se 1 litro de água a ferver e 7 gramas de sal.


Vegetais Quando guardar vegetais no frigorífico, verifique que não há folhas estragadas, que podem deteriorar as sãs. As folhas exteriores, mais escuras, contêm maior quantidade de vitaminas, pelo que devem ser aproveitadas. Desate os molhos de hortaliças, salsa ou outras folhas, para que o ar circule livremente.

Carne Para os guisados serem mais saborosos e nutritivos, mergulha-se primeiro a carne em água a ferver. Só depois adicionar o sal e outros temperos. Corta-se em pedaços e utiliza-se conforme a receita. Nos assados, juntar um pouco de gordura, temperar e levar ao forno, já aquecido. A meio do processo, adicionar o molho ou caldo, de preferência muito quente (10 decilitros por cada meio quilo de água). Baixar a temperatura até ficar bem assada.


Peixe Verifique se é fresco: deve ser rijo, cheirar a mar, ter escamas brilhantes e os olhos claros. Mantém mais nutrientes se, ao assar no forno, for embrulhado em papel vegetal, untado com azeite ou manteiga.

Sem comentários:

Enviar um comentário