quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Francesinha

Ao pesquisar receitas para fazer francesinha deparei-me também com a história das francesinhas, não sei se é verdadeira ou não mas aqui vai:
Nasceram no Porto, “inventadas” na década de sessenta por um emigrante regressado de França. Ele decidiu dar um toque especial a uma receita tipicamente francesa, chamada "croque-monsieur". Esta especialidade típica é um snack muito apreciado nos restaurantes e cafés franceses.
Este homem teve a feliz ideia de improvisar e adaptar este prato aos nossos ingredientes e à nossa cultura, adicionando ao nosso paladar a magia de um molho que é a alma da receita.
Transformou um “simples” "croque-monsieur" em algo com mais alma, a transbordar de vida e de substância. Algo que qualquer português ou portuense nunca teria imaginado ser possível comer até à altura.
Depois do caldo verde, das tripas, da broa e do bacalhau, eis então que nasce a única receita gastronómica original portuense do século XX. A Francesinha.
Este “estrondoso” prato é hoje em dia uma das mais apreciadas iguarias da cidade, e é a especialidade de vários restaurantes locais dos mais chiques aos mais populistas.
A francesinha é portanto um prato do povo, para o povo comer, e presentemente com imensas variantes de receitas, (com variantes inclusivamente vegetarianas imagine-se) mas sempre com o mesmo espírito, de maneira a satisfazer todos os diferentes gostos das nossas gentes.
 
Ingredientes:
6 Fatias de pão de forma
8 Fatias de queijo
2 Bifes de vaca pequenos
2 Salsichas frescas
2 Linguiças
2 Fatias de fiambre
Sal e pimenta q.b. 
Para o molho:
1 Cebola
4 dl de cerveja
3 colheres (sopa) de polpa de tomate
0,5 dl de brandy
0,5 dl de Vinho do Porto
1 colher (sopa) de margarina
1 colher (sopa) de farinha maisena
1 cubo de caldo de carne
1 folha de louro
Leite q.b.
Sal e picante q.b. 
 
Preparação do molho:
Descasque a cebola, pique-a grosseiramente, deite para um tacho, junte a margarina e o louro, leve ao lume e deixe cozinhar até ficar douradinha. Adicione a polpa de tomate, o caldo de carne e a cerveja e deixe ferver. Dissolva a farinha maisena num pouco de leite e junte ao tacho, em fio e mexendo sempre. Retifique o sal, tempere com picante, mexa, junte o brandy e o Vinho do Porto e deixe ferver. Passe pelo passador de rede e leve de novo ao lume brando para aquecer.
Corte as salsichas ao meio, depois novamente ao meio no sentido do comprimento e tempere-as com sal e pimenta. Corte também as linguiças da mesma maneira. Tempere igualmente os bifes com sal e pimenta. Grelhe os bifes, as salsichas e a linguiça a gosto.
Torre ligeiramente as fatias de pão e distribua duas fatias por dois pratos. Cubra com uma fatia de fiambre, junte depois o bife e coloque outra fatia de pão. Adicione então a salsicha e a linguiça, cubra com uma fatia de queijo e o restante pão. Junte então três fatias de queijo por cima de cada conjunto, leve ao forno a 200ºC até derreter, retire e sirva quentes regadas com o molho.
 
 




Podem acompanhar com ovo estrelado e batatas fritas.

Xénia

Sem comentários:

Enviar um comentário