segunda-feira, 26 de junho de 2017

Mexilhão com pimentos

 
 
 
 
Ingredientes:
 
- 5 dentes Alho
- 1 cebola
- 2 Kg de mexilhão com casca
- 1 Pimento verde
- 1 Pimento vermelho
- 1 Copo de vinho branco
- 2 Folhas louro
- Azeite a gosto
- Sal e pimenta q.b.
 
 
Preparação:
 
Refogar em azeite o alho e cebola picados. Deixar refogar até a cebola ficar translúcida.
Juntar os pimentos cortados em tiras e o louro.
Deixar refogar, uns 5 minutos, para ganhar sabor.
Acrescentar o mexilhão, já limpo das barbas e concha.
Tapar e deixar por uns 10 minutos, de vez em quando mexer. Acrescentar o vinho e rectificar temperos, sal e pimenta a gosto caso seja necessário.
 
Servir e bom apetite.
 

 
 
 
 


sexta-feira, 23 de junho de 2017

Bife atum

E o que me dizem desta posta de atum? Fiz grelhada na brasa, apenas temperada com sal e pimenta.

Acompanhei com legumes salteados.


segunda-feira, 12 de junho de 2017

Cupcakes de bolo cenoura com cobertura de ganache chocolate

 
 Ingredientes:
 
Bolo:
3 cenouras grandes, picadas
2½ xícaras de farinha
1 colher de sopa de fermento em pó
1 ½ xícaras de açúcar
½ xícara de manteiga derretida
4 ovos

Cobertura:
200g de chocolate
1 pacote de natas
 

Preparação:

Coloque as cenouras, a manteiga derretida, o açúcar e os ovos no liquidificador e misture até ficar homogêneo.
Transfira a mistura para uma tigela grande. Adicione lentamente a farinha e o fermento.
Coloque a massa em copos de muffin / cupcake preparados e leve ao forno por cerca de 25 minutos a 180.º

Cobertura:
Derreta o chocolate, deixe esfriar um pouco e adicione as natas batidas.
Mexer até obter uma boa consistência de cobertura.
Transfira  para um saco de pasteleiro e faça a cobertura dos cupcakes
 
 Podem ver a receita original aqui
 
 
 
 






terça-feira, 30 de maio de 2017

Bolo de especiarias

 
 
Um bolo diferente mas muito bom, para acompanhar um chá ou um café da tarde.
Usei a receita da Vaqueiro, podem consultar a receita original aqui bolo de especiarias
 
Ingredientes:
 
1 dl de água
250 g de açúcar
1 dl de
mel
1 dl de óleo Vaqueiro
200 g de
farinha
50 g de
farinha de centeio
2 colheres de chá de fermento em pó
1
laranja
1 colher de sopa de
canela
1 colher de chá de
erva-doce em pó
1 colher de
café de gengibre em pó
sal
margarina Vaqueiro
 
Preparação:
 
Leve a ferver a água com o açúcar, sobre lume brando, durante 5 minutos. Retire do lume e junte o mel e o óleo Vaqueiro, mexendo sempre.
Peneire a farinha com a farinha de centeio e o fermento em pó para uma tigela. Adicione a raspa da casca de laranja, a canela, a erva-doce em pó, o gengibre e uma pitada de sal. Misture tudo muito bem. Abra uma cova ao centro e deite aí a calda de açúcar com o mel e o óleo Vaqueiro. Bata energicamente durante 5 minutos.
Deite a massa numa forma de bolo inglês, previamente untada com margarinaVaqueiro e polvilhada com farinha.
Leve a cozer em forno moderado (200 °C) durante cerca de 40 minutos.
Verifique se o bolo está cozido, espetando um palito na massa e retire-o do forno.
Deixe repousar na forma cerca de 15 minutos e desenforme em seguida para uma rede até arrefecer por completo.
 



A massa que restou fiz um cupcakes. E decorei com butter cream com aroma de baunilha.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Canelones de curgete com sobras

Mais um aproveitamento de sobras, desta vez foi bifes de atum grelhado.

Ingredientes:

- Sobras de bifes de atum ás lascas
- Curgete em tiras
- 1 Lata de cogumelos laminados
- 1 Lata de tomate em pedaços
- Queijo ralado, usei mistura de 3
- 2 Dentes de alho picado
- Ervas de Provence a gosto
- Sal a gosto
- Pimenta preta a gosto
- Azeite a gosto

Preparação:

Corte a curgete em tiras no sentido do comprimento.
Disponha numa tabua e tempere com sal e pimenta.

Numa caçarola refogue em azeite o alho picado, junte o tomate e deixe apurar um pouco.
Acrescente os cogumelos. Deixe por uns 5 minutes. Tempere com as ervas de Provence, sal e pimenta a gosto.
Por ultimo junte as lascas do atum e deixe apurar.

Disponha tiras de curgete, se forem muito estreitas use mais que uma sobrepostas.
Disponha a mistura de atum e enrole a curgete.
Coloque num tabuleiro de ir ao forno, com queijo ralado por cima.
180.ºC durante cerca de 20 a 30 minutos.




Salada

Agora que os dias quentes voltaram, só apetece saladas, e esta é diferente. Há que dar largas à imaginação.

Ingredientes:

- Folhas de alface, usei da iceberg
- Tomate
- Pepino
- Queijo feta aos cubos
- Mirtilos e groselha a gosto
- Sementes de papoila, usei 2 colheres de chá
- Vinagrete de algas, usei 3 colheres chá

Preparação:

Numa tigela colocar a alface cortada, o tomate aos cubos e o pepino em meias luas.
Juntar o queijo aos cubos, os mirtilos e groselha.
Juntar as sementes de papoila e temperar com a vinagrete.
Envolver bem.

Acompanhei uns bifes grelhados de frango.



quarta-feira, 17 de maio de 2017

Penne com espinafres e atum

 
 
Ingredientes:
 
- Massa Penne, usei 2 chávenas
- 3 Latas atum, usei em azeite
- 2 chávenas de espinafres frescos
- 1 Lata de tomate pelado
- 1 Cebola
- 3 Dentes alho
- Sal a gosto
- Pimenta preta moída na hora a gosto
- Manjericão a gosto
- Ervas de Provence a gosto
- Azeite a gosto
 
 
 
Preparação:
 
Cozer a massa em água e sal
Refogar a cebola e o alho picados em azeite.
Juntar o tomate pelado, vem inteiro e costumo desfaze-lo aos pedaços. Deixar por uns 2 a 3 minutos.
Acrescentar os espinafres, pode parecer muito no inicio, mas os espinafres tendem a reduzir para metade do tamanho. Deixar refogar bem para "ganhar" gosto.
Temperar com sal, pimenta moída na hora, manjericão picado, ervas de Provence. Deixar apurar por uns minutos.
Acrescentar o atum, já escorrido.
Deixar por uns 5 minutos, se necessário rectificar temperos.
Por ultimo juntar a massa já cozida, envolver tudo bem.
 
Obs. Podem acrescentar queijo ralado, substituir a massa por outra a gosto e até mesmo acrescentar miolo de camarão.
 
 
 
 




quarta-feira, 29 de março de 2017

Copos de pudim chocolate e mousse de capuchino

Pura invenção. Uma sobremesa fácil de fazer para aqueles almoços e jantares onde queremos  surpreender os convidados.
 
 
Ingredientes:
 
- 1 Embalagem de pudim de chocolate
- 1 Embalagem de mousse de capuchino
- Raspas de chocolate
- Raspas de laranja
 
 
Preparação:
 
Fazer o pudim e a mousse de acordo com as embalagens.
 
Em taças ou copos colocar um pouco de pudim, deixar arrefecer. Por cima colocar um pouco de mousse.
Decorar com raspas de chocolate e de laranja.
 
Podem fazer só numa taça grande.
 
 

 
 



terça-feira, 28 de março de 2017

Rodelas de beringela com tomate e queijo

Como entrada ou como acompanhamento, fácil de fazer e muito bom.
As fotos não ficaram muito bem, mas acho que dá para ter uma ideia.
 
Ingredientes:
 
- 1 Beringela
- 1 tomate
- queijo ralado mozarela a gosto
- Coentros picados a gosto
- Sal e pimenta a gosto
- Azeite a gosto
- Alho picado a gosto
 
Preparação:
 
Cortar a beringela às rodelas, mais ou menos com 1 dedo de espessura. Temperar com sal, pimenta, alho e regar com azeite cada rodela.
Por cima colocar uma rodela de tomate, queijo ralado e os coentros picados.
 
Levar ao forno a 130ºC durante cerca de 30 minutos.
 
 
 
 


terça-feira, 14 de março de 2017


Salmão com licor de laranja

Ingredientes:

- 2 Postas de salmão
- 3 Dentes de alho picado
- Ervas de Provence a gosto
- Sal e pimenta a gosto
- 100ml de Licor de laranja


Preparação:

Colocar as postas de salmão numa travessa de ir ao forno e temperar com sal, pimenta, ervas de Provence  e alho picado.
Regar com o licor de laranja e levar ao forno a 180ºC durante cerca de 20 a 30 minutos.



terça-feira, 7 de março de 2017



Folhado de maracujá


Ingredientes:

400 g massa folhada
4 dl polpa de maracujá de lata
8 dl natas frescas
1 lata de leite condensado
100 g açúcar
12 folhas de gelatina
 Farinha para polvilhar
 
 
Preparação:
 
Num tacho, coloque 1 dl da polpa de maracujá e o açúcar, leve ao lume e deixe ferver até que o açúcar fique desfeito. Retire do lume e reserve
 
Estenda a massa folhada sobre a bancada polvilhada com farinha, corte dois círculos à medida de uma forma de aro amovível, coloque em tabuleiros e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante 20 minutos.
Demolhe as folhas de gelatina em água fria. Numa tigela, misture o leite condensado com a restante polpa de maracujá. À parte, bata as natas em chantilly e envolva com o preparado anterior. Escorra as folhas de gelatina, derreta-as sem deixar ferver, incorpore no preparado anterior e envolva delicadamente.
Disponha uma das bases de massa folhada no interior da forma, encha com o creme, alise, coloque o outro círculo por cima e leve ao frigorífico até solidificar. Na hora de servir, regue com o molho de maracujá



 
 
Xénia

8 dicas para não chorar ao cortar cebola

É daquelas pessoas que não consegue parar de chorar enquanto corta cebola? Não se preocupe, nós temos algumas dicas para si!
                           
 
 
1- Ponha a cebola no frigorífico durante 10 a 15 minutos antes de a cortar. Irá reduzir o número de enzimas no ar.
2- Quando for cortar a cebola, tenha um fósforo na boca (apagado). A ponta do fósforo vai absorver as enzimas.
3- Vá passando a cebola por água à medida que a vai cortando.
4- Deixe a sua língua um pouco para fora. Isto fará com que os seus olhos não sejam afetados, sendo que os compostos da cebola irão parar à sua língua.
5- Acenda uma vela e meta-a ao pé do sítio onde está a cortar a cebola. O gás será atraído pela chama da vela.
6- Use uma faca bem afiada. Menos enzimas da cebola serão libertadas se cortadas em vez de esmagadas, por isso uma faca bem afiada é aconselhável.
7- Assobie enquanto corta. Isto mantém também os compostos da cebola longe dos olhos.
8- Mastigue pastilha ao cortar cebolas.
Agora que já pode cortar cebola à vontade, nós sugerimos algumas receitas.

artigo do parceiro:


quarta-feira, 1 de março de 2017

Ingrediente Rei – AVEIA

 


As fibras existentes na aveia contribuem para o bom funcionamento intestinal, o seu consumo previne o aumento do colesterol.
bowl of oats - healthy eating - food and drink
bowl of oats – healthy eating – food and drink
Rica em magnésio, fósforo e cálcio mas também em vitaminas B1,B2,B5.
É um alimento de fácil digestão, que devidas as suas fibras, ajuda a regular os níveis de glicose no sangue.

fonte: Teleculinária

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Ingrediente Rei – Pimento

 


É considerado um fruto e pode ter diferentes sabores, formatos, tamanhos e cores, conferindo um aroma e vivacidade únicos a qualquer prato.Pertencente à mesma família do tomate, da beringela e da batata, o pimento tem origem numa planta tropical de nome Capsicum annuum.
pimento

As diferentes variedades determinam se o pimento é verde (ou vermelho quando maduro), amarelo, laranja, branco ou roxo. O vermelho é mais adocicado, o verde tem um sabor forte, o amarelo é mais doce embora não tão acentuado. É muito usado nas cozinhas chinesas e mexicanas e em pratos como o ratatouille, podendo ser consumido cru ou cozinhado. Em Portugal, é bastante apreciado quando assado e servido como acompanhamento das sardinhas assadas.

Principalmente composto por água, o pimento possui um valor energético muito baixo e é pobre em proteínas e hidratos de carbono. É, portanto, adequado a uma dieta cujo objectivo é manter ou controlar o peso. Sendo uma boa fonte de fibra solúvel, é óptimo para regular o trânsito intestinal e o apetite.

Contém ainda pró-vitamina A, vitaminas E e C e ácido fólico (importante para a divisão das células, formação dos glóbulos vermelhos, auxilia o sistema imunitário e previne malformações no feto durante a gravidez). O seu elevado teor de potássio e baixo teor em sódio faz com que exista um equilíbrio adequado dos fluidos corporais e uma eficaz eliminação de fluidos excessivos e toxinas. Mas o pimento pode causar problemas de estômago a pessoas mais sensíveis, sendo possível evitá-los se o assar e lhe eliminar a pele.

Uma porção de pimento verde fornece mais de 100% das necessidades diárias de vitamina C e meia chávena de pimento vermelho fornece 55% das necessidades diárias de betacaroteno.

Saber escolher e preparar
Saiba escolher os pimentos, na altura de os comprar. Prefira os que têm textura firme e pele lisa e brilhante sem golpes; são pesados em relação ao tamanho; possuem um talo verde e firme e um aroma agradável.

Guarde este fruto na parte inferior do frigorífico e, de preferência, envolvido em película aderente. Também o pode congelar inteiro.

Para o preparar, corte-o primeiro ao meio, elimine-lhe o pedúnculo e depois limpe o interior de sementes e membranas. Lave bem e escorra. No caso de querer suavizar um pouco o seu sabor, escalde-o rapidamente em água fervente. Experimente cortá-lo apenas ao meio e recheá-lo com os mais diversos preparados: carne picada, arroz, vegetais e muito mais; corte-o em rodelas, tiras ou cubos e use-o em saladas, assados, grelhados ou como ingrediente de pizzas e tartes.

Fonte: Teleculinária

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Ingrediente Rei – Quinoa

 

Uma fonte de cálcio, ferro e ácidos graxos, ómega-3 e 6, possui bastante fibra, complexo B.
Por ser rica em proteínas, é excelente para quem pratica actividade física.

Raw red and white quinoa grains in jute sack on wood. Quinoa is grown in the Andes region  and has a high protein content and a high nutritional value (Selective Focus, Focus on the white quinoa grains at the sack opening)

A quinoa é também um bom aliado na prevenção de doenças cardiovasculares e na redução de doenças cardiovasculares. Ajuda ainda ao fortalecimento dos ossos e na prevenção de doenças como osteoporose e hipertensão.

Fonte: Teleculinária

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Cogumelos Portobello recheados com sobras de carne

Mais um aproveitamento, desta vez com sobras de carne de vaca.

Ingredientes:

- 4 Cogumelos Portobello
- Queijo ralado mozarela


Preparação:

Retirar a parte de dentro dos cogumelos e o pé.
Triturar a carne com o que retirou dos cogumelos.
Rechear os cogumelos com a mistura.
Por cima colocar o queijo ralado.

Levar ao forno a 180ºC durante cerca de 20 a 30 minutos.

Obs. Não foi preciso temperar porque a carne já tinha sido temperada e cozinhada.



quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Quem quer um bom prato com carne de porco vai a Arraiolos

Em Arraiolos, o porco reina durante as duas semanas gastronómicas que lhe são dedicadas, entre 4 e 19 de fevereiro. Ao todo são 18 restaurantes locais que dão a degustar os mais variados pratos com sabor alentejano.
                           
Às iguarias de porco apresentadas pelos restaurantes recaem sobre alguns dos clássicos que associamos à cozinha da planície a sul: a Carne de Porco à Alentejana, Carne de Porco com Migas, Lombo de Porco Assado ou Costeletas de Porco, juntam-se ainda os vinhos, os doces conventuais, os queijos e o mel, tudo produzido localmente.
Os restaurantes participantes da freguesia de Arraiolos são: Restaurante “A Horta”, Café Restaurante “O Alentejano”, “O Pelourinho”, o Restaurante “A Moagem”, “O Cantinho do Giovanni”, o Restaurante Típico “O Alpendre”, Café Snack Bar “O Gingão”, Restaurante tradicional “Veredas e Colinas”, Pousada “Nossa Senhora da Assunção”, “A Paragem” – Vinhos & Petiscos, “Tasquinha do Chola”.
Na Freguesia de Sabugueiro Café “O Camponês”. S. Pedro da Gafanhoeira: Restaurante “O Parque”. S. Gregório: Café “O Telheiro” e em Vimieiro: Restaurante “Antiga Moagem”, “Novo Dia”, “Planície Dourada” e “Flor do Alentejo”.

A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Arraiolos.

artigo do parceiro:

Serpa acolhe feira com os melhores queijos alentejanos

A cidade alentejana de Serpa conta receber mais de 30 mil visitantes na Feira do Queijo do Alentejo, de 24 a 26 de fevereiro. Um certame que reúne produtos regionais, artesanato e tasquinhas com gastronomia típica.

                           
Em 2017, estão presentes 107 expositores, dos quais mais de metade são de queijo ou relacionados com este produto. Com forte representação estão também os enchidos, o vinho, o azeite e a azeitona, a doçaria, o mel e o artesanato.
A boa gastronomia e a culinária continuam a marcar a agenda com oito tasquinhas que, apresentam durante os 3 dias da Feira pratos e petiscos típicos. Um Espaço Tasquinhas, onde estará também a habitual ginjinha e, este ano, a Magana, cerveja artesanal fabricada no vizinho concelho de Moura.

Destaque também para os habituais workshops de culinária com o chefe José Bengaló, que organiza na sexta a sessão para crianças “Cozinheiros de Palmo e Meio” e que no dia 26, domingo, estará muito bem acompanhado pelo chefe Henrique Mouro.
A Feira apresenta um diversificado programa cultural onde o Cante Alentejano, Património da Humanidade, tem um papel de relevo: durante os dias da feira estão presentes todos os grupos de cante do concelho e os Chocalheiros de Vila Verde de Ficalho, assim como a Banda da Sociedade Filarmónica de Serpa e o Musibéria, com o Laboratório de Sevilhanas e Flamenco.

artigo do parceiro:

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Ingrediente Rei – PRESUNTO

 


As suas peculiares características emprestam um sabor distinto a qualquer prato. Está entre os ingredientes com maior aptidão para os cozinhados, como podem comprovar estas especialidades.
 
 
Saiba mais
  • Este produto é obtido a partir das pernas traseiras do porco, que depois são submetidas a um processo de salga em cru e curado de forma natural.
  • Os primeiros registos históricos deste alimento remontam ao Império Romano.
  • É apreciado como entrada e petisco; pode ser incluído em preciosos recheios para sanduíches, pizzas, folares, quiches e bolos salgados, e utilizado nos mais variados pratos salgados.
  • Em Portugal, as variedades mais conhecidas são o presunto de Chaves e do Barroso, em Trás-os-Montes, e o de porco preto, no Alentejo.
Valor nutricional
  • É rico em proteína e ferro.
  • Cerca de 100 g de presunto sem osso, cozido, possuem aproximadamente 461 calorias.Devido à sua riqueza em sal, deve ser consumido com alguma moderação, especialmente para quem sofre de hipertensão arterial.
  • Para o tornar menos salgado, demolhe-o em água fria até apresentar o teor de sal desejado.

Fonte: teleculinária

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Ingrediente Rei – CHOCOLATE

 


Reza a lenda que o cacau terá sido uma dádiva do Deus Quetzalcoatl aos Aztecas, para lhes dar vigor e poderes benéficos. Haverá melhor alimento para alegrar as pessoas em situações de crise ou depressão? É difícil imaginar o mundo sem chocolate…
 
 
 
 
Curiosidades
  • O chocolate amargo é feito a partir dos grãos de cacau torrados, sem adição de leite. Funcionam muitas vezes como bases para bolos, bolachas e sobremesas, como por exemplo, o fondue de chocolate.
  • O primeiro bombom nasce em Paris, no século XVII, pelas mãos do Chef Lassagne.
  • Segundo as normas europeias o chocolate deve ter, no mínimo, 35% de matéria seca total de cacau.
  • O chocolate denominado comercialmente de negro ou preto tem uma percentagem de cacau bem mais elevada.
  • O chocolate de leite, que nasce apenas no século XIX tem, como o nome indica, leite ou leite em pó na sua confecção. Segundo as normas em vigor, é assim designado o produto obtido a partir do cacau, açúcares e de leite ou produtos de leite.
Vantagens no seu consumo
  • O chocolate preto é rico em flavonóides epicatequina e ácido gálico, que são antioxidantes que ajudam a proteger os vasos sanguíneos, previnem o cancro e promovem a saúde do coração.
  • Combate a hipertensão de intensidade média, beneficia o HDL e previne a agregação plaquetária.
  • Os chocolates “Diet” sem açúcar, precisam de mais gordura para apresentarem a mesma consistência e, por isso, são mais calóricos que o chocolate comum.
  • Os chocolates “light” têm menos gordura e, por isso, menos calorias.
  • O chocolate contém três substâncias: teobromina, cafeína e feniletiamina. Contém substâncias que estimulam a produção de serotonina e favorece a libertação de endorfinas e encefalinas.


Close up of molten chocolate and pieces of chocolate bar

Fonte: Teleculinária

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Mousse chocolate com 2 ingredientes

E mais uma receita fácil de fazer. Com apenas 2 ingredientes quem disse que não se podia fazer uma sobremesa.... eu achava que não, até experimentar.


Ingredientes:

- 1 Tablete de chocolate 70%
- 2 pacotes de natas para bater - 400ml

Preparação:

Bater as natas.
Derreter o chocolate em banho maria e juntar às natas, envolver bem.

Por cima coloquei raspas de laranja, acho que combina sempre bem com chocolate.


A mousse não fica doce, cá em casa não somos apreciadores de sobremesas muito doces, mas para quem gosta podem acrescentar 1 a 2 colheres de açúcar.

As fotos não ficaram a melhor coisa do mundo, mas acho que dá para ter uma ideia de como fica no final.