quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Ingrediente Rei – CHOCOLATE

 


Reza a lenda que o cacau terá sido uma dádiva do Deus Quetzalcoatl aos Aztecas, para lhes dar vigor e poderes benéficos. Haverá melhor alimento para alegrar as pessoas em situações de crise ou depressão? É difícil imaginar o mundo sem chocolate…
 
 
 
 
Curiosidades
  • O chocolate amargo é feito a partir dos grãos de cacau torrados, sem adição de leite. Funcionam muitas vezes como bases para bolos, bolachas e sobremesas, como por exemplo, o fondue de chocolate.
  • O primeiro bombom nasce em Paris, no século XVII, pelas mãos do Chef Lassagne.
  • Segundo as normas europeias o chocolate deve ter, no mínimo, 35% de matéria seca total de cacau.
  • O chocolate denominado comercialmente de negro ou preto tem uma percentagem de cacau bem mais elevada.
  • O chocolate de leite, que nasce apenas no século XIX tem, como o nome indica, leite ou leite em pó na sua confecção. Segundo as normas em vigor, é assim designado o produto obtido a partir do cacau, açúcares e de leite ou produtos de leite.
Vantagens no seu consumo
  • O chocolate preto é rico em flavonóides epicatequina e ácido gálico, que são antioxidantes que ajudam a proteger os vasos sanguíneos, previnem o cancro e promovem a saúde do coração.
  • Combate a hipertensão de intensidade média, beneficia o HDL e previne a agregação plaquetária.
  • Os chocolates “Diet” sem açúcar, precisam de mais gordura para apresentarem a mesma consistência e, por isso, são mais calóricos que o chocolate comum.
  • Os chocolates “light” têm menos gordura e, por isso, menos calorias.
  • O chocolate contém três substâncias: teobromina, cafeína e feniletiamina. Contém substâncias que estimulam a produção de serotonina e favorece a libertação de endorfinas e encefalinas.


Close up of molten chocolate and pieces of chocolate bar

Fonte: Teleculinária

Sem comentários:

Enviar um comentário