quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Ingrediente Rei – Pimento

 


É considerado um fruto e pode ter diferentes sabores, formatos, tamanhos e cores, conferindo um aroma e vivacidade únicos a qualquer prato.Pertencente à mesma família do tomate, da beringela e da batata, o pimento tem origem numa planta tropical de nome Capsicum annuum.
pimento

As diferentes variedades determinam se o pimento é verde (ou vermelho quando maduro), amarelo, laranja, branco ou roxo. O vermelho é mais adocicado, o verde tem um sabor forte, o amarelo é mais doce embora não tão acentuado. É muito usado nas cozinhas chinesas e mexicanas e em pratos como o ratatouille, podendo ser consumido cru ou cozinhado. Em Portugal, é bastante apreciado quando assado e servido como acompanhamento das sardinhas assadas.

Principalmente composto por água, o pimento possui um valor energético muito baixo e é pobre em proteínas e hidratos de carbono. É, portanto, adequado a uma dieta cujo objectivo é manter ou controlar o peso. Sendo uma boa fonte de fibra solúvel, é óptimo para regular o trânsito intestinal e o apetite.

Contém ainda pró-vitamina A, vitaminas E e C e ácido fólico (importante para a divisão das células, formação dos glóbulos vermelhos, auxilia o sistema imunitário e previne malformações no feto durante a gravidez). O seu elevado teor de potássio e baixo teor em sódio faz com que exista um equilíbrio adequado dos fluidos corporais e uma eficaz eliminação de fluidos excessivos e toxinas. Mas o pimento pode causar problemas de estômago a pessoas mais sensíveis, sendo possível evitá-los se o assar e lhe eliminar a pele.

Uma porção de pimento verde fornece mais de 100% das necessidades diárias de vitamina C e meia chávena de pimento vermelho fornece 55% das necessidades diárias de betacaroteno.

Saber escolher e preparar
Saiba escolher os pimentos, na altura de os comprar. Prefira os que têm textura firme e pele lisa e brilhante sem golpes; são pesados em relação ao tamanho; possuem um talo verde e firme e um aroma agradável.

Guarde este fruto na parte inferior do frigorífico e, de preferência, envolvido em película aderente. Também o pode congelar inteiro.

Para o preparar, corte-o primeiro ao meio, elimine-lhe o pedúnculo e depois limpe o interior de sementes e membranas. Lave bem e escorra. No caso de querer suavizar um pouco o seu sabor, escalde-o rapidamente em água fervente. Experimente cortá-lo apenas ao meio e recheá-lo com os mais diversos preparados: carne picada, arroz, vegetais e muito mais; corte-o em rodelas, tiras ou cubos e use-o em saladas, assados, grelhados ou como ingrediente de pizzas e tartes.

Fonte: Teleculinária

Sem comentários:

Enviar um comentário